30/10/2019

Nova unidade da Fazenda será construída em Brasília

Na tarde da última terça-feira, 29, foi realizada a cerimônia de lançamento da pedra fundamental para a construção da ala masculina da Fazenda da Esperança, em Brasília.

Nova unidade da Fazenda será construída em Brasília

O ato ocorreu no Palácio do Buriti e contou com a participação de diversas autoridades como o Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.

A nova unidade será construída em um terreno que foi doado pela Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap) à Secretaria de Justiça e Cidadania. Com isso, a Fazenda da Esperança terá como objetivo acolher e recuperar viciados em crack e outras drogas lícitas e ilícitas sem fazer qualquer distinção.

Diante disso, o governador do Distrito Federal destacou a importância da citada comunidade terapêutica para a região e solicitou apoio dos empresários brasilienses para efetuarem doações para a conclusão da obra. Sem contar que ele garantiu que até o final do ano será assinado o termo de entrega de outra área para a construção da ala feminina à Fazenda.

“A questão drogas atinge todas as classes sociais e de forma mais violenta aqueles que tem menos condições, mas ela atinge a todos. Então a Fazenda não atende só a pobres, ela atende a todos que precisam. Então cada um pode trabalhar dentro dessa linha, porque cada um de nós temos um problema como esse dentro de nossas famílias e se não tiver pode vir a ter”, argumentou Rocha.

Por sua vez, Gilberto Occi, presidente da Terracap, afirmou que a agência estava muito honrada em realizar a doação do terreno. “A Terracap está repassando a área para a Secretaria de Cidadania e Justiça é um momento histórico e também de esperança. [...]. E o que nós vemos lá [na Fazenda da Esperança] além de toda a seriedade com que é desenvolvido os trabalhos, vemos que os jovens são orientados e dedicados a ter uma atividade profissional, há uma tensão grande e nós podemos sentir isso lá. Então para nós ter a oportunidade de fazer parte deste momento é uma satisfação muito grande”, comemorou.

Já o Secretário para Assuntos Religiosos, Kildare, destacou a importância da Fazenda da Esperança para a sociedade. “A nossa sociedade está doente e os pais de família, sem dúvida, sabem realmente o que é o flagelo da droga e é com grande alegria que recebo a notícia da chegada da ala masculina da fazenda ao Distrito Federal. Porque tenho experiências de amigos que se perderam durante a juventude no caminho das drogas e foram recuperados pela Fazenda da Esperança. Então hoje estamos, sem dúvida nenhuma, entregando um grande presente a nossa cidade”, afirmou.

Diante de tantos elogios, em discurso, o Frei Hans Stapel Ofm, fundador da Fazenda da Esperança, fez uma análise do significado da obra e afirmou que o seu sucesso se deve, sobretudo, a mão de Deus. “As fazendas se colocam no lugar de ser realmente um ambiente que deixa Deus atuar. Deus nas fazendas faz maravilhas. Não pensamos de resolver com mil coisas, mas com amor e com a vida e o resultado é extraordinário. Em todos os lugares por onde passamos recebemos pedidos para abrir mais fazendas e nós vamos fazer da maneira que for possível”, completou.

Não às drogas!

Diante do julgamento que visa legalizar as drogas no Brasil por parte do Supremo Tribunal Federal (STF), marcado para ocorrer no próximo dia 06 de novembro, o Frei Hans e o governador Ibaneis Rocha fizeram discursos reafirmando a importância da manutenção da criminalização das drogas no Brasil.

O Frei Hans, por exemplo, afirmou tristemente que o Brasil vive um momento histórico ante o tema. “Vocês não podem imaginar o que passa em meu coração. Como é possível pensar legalizar algo que faz tanto mal? Passei no Uruguai, onde a droga foi legalizada, e o desastre é visível. O povo está descontente e os jovens estão se matando, porque essa liberdade que querem dar aos jovens é um absurdo, porque eles não têm maturidade para administrar uma arma tão perigosa como a droga. O Estado com determinação, à família e toda a sociedade devem dizer não a droga”, reforçou o religioso.

Já o governador se declarou integralmente contrário à legalização das drogas no Brasil. Segundo ele, nem o país e nem o mundo está pronto para lidar com o flagelo das drogas. Por isso, ele foi categórico e afirmou que se houver a legalização “nós vamos ter um monte de zumbis e um monte de milionários”. Ibaneis ainda destacou que a descriminalização acarretará no aprofundamento da crise nas famílias, nos Estados que não terão condições de assistir as famílias e os dependentes químicos, bem como fortalecerá a insegurança.

“Então sou totalmente contrário e acho que o país não deveria ter nem isso como pauta. A pauta do país hoje é como recuperar os milhares de drogados que temos e as milhares de famílias que aguardam uma assistência mínima do estado”, salientou o Governador do Distrito Federal.

Fazenda de Brasília será modelo para os políticos

Em entrevista ao Jornalista Sérgio Botêlho Júnior, frei Hans disse a função da Fazenda da Esperança é libertar as pessoas da escravidão imposta pelas drogas. “Mas a chegada da obra em Brasília tem um significado muito grande, porque por estar muito próximo do poder, os políticos poderão visitar a obra e ver que tem recuperação. Eu quero que todos entendam que existe recuperação se oferecermos para os jovens verdadeiros ideais”, disse.

“Eu quero que todos vejam a potência e a força que a Fazenda tem pelo caminho que ela escolheu. O caminho espiritual, a palavra que os jovens vivem, uma força divina que socorre os jovens fracos de hoje, mas que funciona com este método. Então quero rápido fazer esta fazenda para que todos possam visita-la. Todas as unidades são modelo, mas ela seria mais próxima dos políticos”, acrescentou o fundador da Fazenda da Esperança.

Por ser uma fazenda localizada próxima ao centro do poder nacional brasileiro, o frei Hans destacou que questão das drogas exige união de todos os entes federados e comemorou a sensibilidade do governo federal em relação as Comunidades Terapêuticas. “Estou muito contente, porque eles tiveram coragem de visitar a fazenda e não apenas ouvir comentários. Eles foram lá ouvir as experiências dos jovens que se recuperaram de verdade, pessoas que estavam perdidas e encontraram um rumo. Então isso deu animo para eles tomarem uma atitude decisiva. Estou muito contente e vamos todos juntos!”, finalizou.

 

 

Fonte: Por Sérgio Botêlho Júnior

Facebook Fazenda Esperança Twitter Fazenda Esperança Instagram Fazenda Esperança Redes Sociais

Rogai por nós! Nossa Senhora Aparecida #FazendadaEsperanca #SantodoDia

Uma publicação compartilhada por Fazenda da Esperança (@fazendaesperanca) em